Blog

Como aliviar a dor do parto

por artmedicina em Curiosidades em Saúde
Nenhum Comentário

Os momentos finais da gestação causam muita ansiedade e certa preocupação na gestante, especialmente pela temida dor do parto.

Este é um momento de emoções intensas para a mulher, de modo que o planejamento do parto deve ser pensado com antecedência e com a orientação médica devida.

Respeitar o desejo da gestante sobre o tipo de parto (normal ou cesariana), obedecendo as avaliações médicas quanto às condições clinicas do bebê e da saúde da parturiente, é fundamental.

Parto humanizado não é somente aquele sem intervenção cirúrgica, mas todo o processo de informação, acolhimento e assistência que a gestante precisa ter no momento de dar à luz uma vida.

Voltando à preocupação sobre a dor de parto, separamos algumas dicas com técnicas naturais não-medicamentosas que podem trazer mais conforto para a gestante:

Relaxamento: técnicas de relaxamento, como a respiração controlada, são capazes de reduzir a tensão muscular e a dor no trabalho de parto. O objetivo é desviar o foco da dor das contrações. Se não puder contar com o apoio de instrutoras especializadas, como doulas ou enfermeiras, o acompanhante da parturiente pode auxiliar e a própria gestante pode buscar instruções prévias sobre as técnicas.

Massagem: o mesmo acompanhante pode massagear pernas, costas e braços da gestante durante o trabalho de parto. Isso promove um conforto, especialmente nos intervalos das contrações.

Caminhada: caminhar pelo quarto ou pelo andar do hospital de forma suave é recomendado para diminuir o desconforto das contrações e acelerar o processo de dilatação.

Varie as posições: instintivamente a mulher buscará uma posição de conforto e isso não deve ser impedido. Sentar, agachar e balançar em uma bola de pilates são posições comuns e que auxiliam neste momento.

Hidroterapia: se for possível utilize o recurso de uma banheira de hidromassagem ou jato de água do chuveiro nas costas. Use água em temperatura agradável para aumentar o conforto.

Luminosidade controlada: pesquisa recente de mestrado, apresentado na Unicamp, comprovou que a luminosidade reduzida dá mais liberdade às mulheres para entrarem em contato com seu lado primitivo, essencial para trazer o bebê ao mundo. A maior incidência de luz confere, possivelmente, uma sensação de vigilância que inibe inapropriadamente a mulher na hora do parto.

Trilha sonora: na parte de planejamento do parto, considere montar uma playlist em seu celular com músicas calmas, apropriadas para relaxamento.