Serviços

Inseminação Intrauterina

A técnica de inseminação intrauterina também é considerada de baixa complexidade e está indicada para mulheres que apresentam ciclos menstruais irregulares, para mulheres com inflamações no colo do útero ou infecções vaginais que provoquem alterações no muco vaginal durante a ovulação (muco hostil), para homens com discretas alterações seminais ou com alterações anatômicas (hipospádia/doença de Perony), ou funcionais (impotência/paraplegia) do pênis, entre outras.

Para que o casal possa ser submetido a inseminação intrauterina, é necessário que as trompas uterinas da paciente estejam preservadas (pérvias). Nesta técnica, é realizada a indução da ovulação, o controle sequencial com ultrassonografia transvaginal e no dia determinado da ovulação o parceiro realiza a coleta do seu sêmen por masturbação.

Realiza-se então uma técnica laboratorial de processamento seminal, para selecionar os melhores espermatozóides. Esse sêmen de melhor qualidade é então transferido para o interior da cavidade uterina, com a utilização de um cateter flexível, no dia da ovulação, sem necessidade de qualquer anestesia.

É um tratamento que dura em torno de 15 dias. As chances de sucesso são de no máximo 20% por tentativa; e de 35% de chance acumulada após 4 tentativas.